médica sorrindo por trás de laptop visita site sobre marketing para médicos
Marketing para médicos: por que um site pode fazer a diferença
03/02/2021
médica com celular fazendo stories do instagram para ter sucesso no marketing digital para médicos
Como usar stories do Instagram no marketing digital para médicos
23/03/2021

Como fazer marketing digital médico nas redes sociais

médico usando tablet faz marketing digital médico nas redes sociais

O uso de redes sociais para trabalhar o marketing digital médico é permitido pelo CFM (Conselho Federal de Medicina). No entanto, existem algumas restrições impostas com o objetivo de garantir o uso ético de tais ferramentas.

De acordo com o órgão, as redes possuem fim principalmente informativo e não de vendas. Ou seja, médicos, clínicas e hospitais podem e devem passar informações relevantes para seu público pelas redes. Ao mesmo tempo, algumas ações de marketing são proibidas, incluindo:

  • Divulgação de preços;
  • Fotos de antes e depois (incluindo procedimentos estéticos);
  • Fotos ou exposição de pacientes;
  • Promessa de resultados milagrosos.

Quem deseja obter melhores resultados com marketing precisa trabalhar com conteúdo de qualidade tanto para site quanto para mídias sociais. Quanto mais informações o profissional da medicina conseguir passar para os usuários, melhor será seu processo de decisão. Quer saber mais? Continue lendo.

Como redes sociais estão mudando o marketing digital médico

Como muitos profissionais da área da saúde já perceberam, não existe como fugir das redes. Hoje boa parte dos brasileiros e portugueses as usam por pelo menos algumas horas diárias. O mais importante é que elas são multiuso. Além de ver memes, piadas e fotos de viagens, muitos também as aproveitam para se informar.

Conforme o acesso a essas redes avançou, o marketing digital médico adaptou-se. Há quem trabalhe em agência de marketing digital para médicos que tenha a social media como uma de suas principais estratégias virtuais.

Pacientes também começaram a mudar seus hábitos relacionados à saúde. Antes o relacionamento entre médico e indivíduo era unilateral. Com o maior acesso à informação, o paciente quer saber mais sobre a clínica, profissional e até sobre a própria condição antes mesmo de agendar uma consulta.

Um público-alvo mais informado torna-se mais crítico quanto a serviços de saúde. Ao mesmo tempo, o profissional do setor consegue demonstrar e construir sua autoridade de forma mais direta e próxima ao consumidor.

O resultado é uma gestão de clínicas que consegue oferecer uma experiência diferenciada, personalizada e inesquecível. Quem aproveita as redes sociais não só consegue trazer mais agendamentos, mas também tornar-se um profissional memorável para o consumidor.

Benefícios de usar redes sociais e marketing digital médico

Temos um aviso para todos que estão buscando as melhores estratégias de marketing: as redes sociais já deixaram de ser uma vantagem. Elas não trarão milhares de agendamentos ou colocarão você, por si só, apenas com trabalho orgânico, anos luz à frente da concorrência.

A realidade é que estar presente nas principais redes hoje é pré-requisito para quem deseja ter boa presença no mercado. Apesar de não ser uma solução mágica para seus problemas de divulgação, elas ajudam a mitigar muitas situações.

O relacionamento entre médico e paciente fica muito mais próximo através das possibilidades das redes. Elas tornam-se um polo de atendimento para tirar dúvidas, obter informações e até iniciar agendamentos.

Para o usuário isso significa muito mais praticidade para rotinas relacionadas à saúde. E é exatamente isso que ele busca. Quanto mais simples for o processo para informar-se e agendar horários, maiores serão as chances de conseguir novos pacientes.

Como usar redes sociais no marketing digital médico?

Alguns negócios usam as redes há anos sem obter resultados perceptíveis. O segredo está em saber utilizar tais ferramentas. De nada adianta postar diariamente e poluir os stories do Instagram com conteúdo se ele não é bem direcionado.

Quem trabalha com marketing digital médico em especial pode aproveitar as mídias sociais para alguns objetivos. Separamos algumas das principais funções dessas redes abaixo. Ao utilizá-las dessa forma as chances de conquistar seus pacientes aumentam significativamente.

1. Ouvir

Quando as pessoas não estão surfando seu feed em busca de novidades estão postando. Isso inclui todo tipo de informações, de fotos da última viagem em família a reclamações sobre a saúde. Sim, os usuários postam e comentam todo tipo de informação e quem estiver antenado consegue coletar dados interessantes sobre sua respectiva área.

Para perfis comerciais os usuários prestam mais um favor importante: comentam e enviam mensagens. É claro que isso nem sempre significa elogios. Algumas vezes a empresa acaba recebendo uma reclamação ou problema, mas isso não é ruim. Ao aproximar consumidores e negócios, a rede social consegue criar o local perfeito para ouvir a opinião do consumidor. Através delas é possível entender o que pode estar afastando novos pacientes de você.

2. Informar

Boa parte do conteúdo procurado na internet está relacionado à saúde. Como mencionamos acima, o usuário deixou de ter um papel passivo e começou a se envolver mais. Seja em pesquisas para saber sintomas ou até mesmo conhecendo suas opções de tratamento, ele quer saber mais.

Como clínicas, consultórios odontológicos e hospitais, é importante levar informações confiáveis para o público. Lembre-se que qualquer um consegue publicar na internet. Assim, o possível paciente é facilmente exposto a informações falsas, fake news, entre outros.

O profissional da saúde serve como uma fonte confiável de dados. Suas postagens informativas servem de guia e ainda ajudam em toda a jornada de compra. Daí ser imprescindível contar com uma agência de marketing digital especializada em conteúdo para a área de saúde.

médico usando celular verifica marketing digital médico nas redes sociais

3. Construir reputação

Precisamos admitir que mesmo o médico mais renomado nem sempre é conhecido pelo público final. Para conseguir ser procurado graças a seus méritos, formação e especialidade o profissional da área precisa divulgar tais informações. Já estava começando a se perguntar como fazer isso? Um bom ponto de partida são as redes sociais!

Além de divulgar informações, dados relevantes sobre sua área e novidades também é possível trabalhar a reputação de um profissional da saúde. Possíveis pacientes querem saber quais são as credenciais de quem eventualmente os atenderá.

Mesmo quem não trabalha diretamente com profissionais, mas sim com clínicas, deve aproveitar as ferramentas. Divulgar o especialista que atende no local também ajuda a melhorar número de agendamentos e fidelizar pacientes.

4. Criar experiências para o paciente com as redes sociais

Existe algo no marketing digital médico chamado de experiência multicanal. O paciente espera um ótimo atendimento no consultório e na recepção, mas isso não é o suficiente para fidelizá-lo. Também é importante continuar esse relacionamento online para garantir que a clínica fique sempre na mente do paciente.

Trabalhar com conteúdo nas redes e estimular a interação com pacientes atuais e futuros gera esse tipo de experiência. É isso que ajuda a clínica a ser lembrada de maneira positiva no momento de realizar um agendamento.

Vale a pena lembrar que para que isso ocorra o profissional da saúde precisa interagir. Responder comentários, interações nos stories e mensagens é essencial para proporcionar a melhor experiência virtual possível.

5. Comunicação entre profissionais

E quem disse que seu público online é formado somente por possíveis pacientes? Sabemos que o mercado de indicações continua vivo e não dá sinais de parar tão já. Algo interessante a respeito desse tema: muitas referências vem de profissionais e clínicas de outras especialidades.

Seu conteúdo também deve ser interessante para esse público. E por que não interagir com publicações e contas de outras clínicas, hospitais e clínicas odontológicas? O networking que as mídias sociais permitem ajudarão no futuro.

Mesmo a conexão entre profissionais e clínicas da mesma área é benéfica. Sabemos que conhecimento nunca é demais e outro especialista eventualmente pode chegar a ajudá-lo com casos, medicamentos ou dificuldades na hora de atender um paciente.

Dicas para ter sucesso nas redes sociais

Chegou a hora de criar muito conteúdo e começar a perceber a diferença que as mídias sociais têm no dia a dia da área médica. Separamos algumas dicas para quem ainda está começando e gostaria de obter sucesso. Confira mais abaixo.

1. Leve parte do tráfego para seu site

Posts são ótimos para divulgar seu trabalho e dar conteúdo relevante para o usuário. Mas é impossível explicar tudo sobre alguns assuntos em um parágrafo no Instagram ou Facebook. O ideal é aproveitar as redes e seus seguidores para levar tráfego para o site.

Lá ainda é possível expandir sua estratégia de marketing de conteúdo através de um blog. O que já gerava interesse nas redes fica mais aprofundado em um artigo que o paciente pode ler à vontade.

Para deixar tudo ainda melhor, crie pontos de conversão estratégicos. Dê a possibilidade ao paciente para que este entre em contato com o atendimento para tirar dúvidas via Whatsapp ou inscrever-se em uma newsletter e receber ainda mais informações.

2. Use tráfego pago junto com o tráfego orgânico

Quem trabalhou com Instagram, ainda nos seus primórdios, deve lembrar como era diferente. Além de entregar mais, os usuários pareciam mais ativos em comentários e curtidas. Existe um motivo para isso: as redes entregam cada vez menos conteúdo de empresas de forma orgânica, especialmente se o público não for realmente engajado.

Inclua um orçamento para o tráfego pago ao criar sua estratégia de redes sociais em seu marketing digital médico. É uma excelente forma de construir novos públicos, atingir uma maior porcentagem de seguidores e até mesmo gerar maior engajamento.

Nossa recomendação para ter ainda melhores resultados no tráfego pago é acompanhar cada campanha. Assim, você será capaz de identificar onde investir mais e onde diminuir os valores para trazer métricas positivas.

3 Inclua calls to action nas postagens em redes sociais

Mesmo conteúdos extremamente relevantes e interessantes às vezes não geram contatos! O segredo está em um pequeno detalhe que conhecemos no marketing como call to action. As chamadas para ação são frases que estimulam o usuário a fazer algo.

Seja comentar, chamar a clínica no direct ou simplesmente curtir o post, seu usuário precisa ser estimulado a fazer algo. Inclua frases curtas ao fim de cada postagem lembrando-o disso.

Quanto mais eficiente e convincentes forem seus CTAs (calls to action), mais engajado será seu perfil. É até possível usá-los para levar algumas visitas para o site onde o paciente pode ler mais sobre o assunto. Seja criativo e sucinto para conseguir ainda mais cliques.

4. Use formatos variados de conteúdo

Facebook, Instagram e outras redes têm criado cada vez mais formatos de post para deixar os aplicativos mais interativos. Se seu costume é postar somente fotos e textos está errando um pouco na estratégia para obter mais pacientes.

Aproveite vídeos, reels e todas as ferramentas que os stories oferecem atualmente para tornar-se mais interessante. O público gosta de interagir com outros formatos de conteúdo e certamente está esperando que você comece a usá-los.

Um aviso para quem ainda tem receio ou vergonha de gravar vídeos: eles são o futuro das redes. Informações passadas de maneira clara e resumida através de um reels, por exemplo, ajudam milhares de profissionais a conectar-se melhor com seu público todos os dias. Chegou a hora de testar e abusar de tais ferramentas.

5. Use ferramentas que facilitam seu trabalho

Postar todos os dias ou até algumas vezes ao dia dá trabalho e é muito fácil desistir por causa da rotina. Está tentando melhorar o marketing da sua clínica e gostaria de algo para ajudá-lo? O Facebook, em especial, possui todas as ferramentas que um negócio poderia precisar.

Quem gosta de trabalhar com dados e informações do público pode aproveitar o Facebook Audience  Insights. Para gerenciar a página e perfil do Instagram com ferramentas mais detalhadas vale a pena usar o Facebook Business Manager.

Também existe uma ferramenta específica para agendar postagens em Facebooks e Instagrams conectados: o Estúdio de Criação. Explore todas as ferramentas para facilitar sua vida e conseguir trabalhar com as redes com maior facilidade.

6. Faça testes e mais testes no marketing digital médico

Mesmo depois de todo esse artigo com dicas e orientações para trabalhar as mídias ainda não existe 100% de certeza que você terá os resultados esperados. As redes sociais são quase seres vivos e estão em mudança constante. Seja por atualizações do algoritmo ou mudanças de comportamento do próprio público, isso pode afetar muito sua estratégia.

Por isso, é essencial atiçar sua curiosidade e começar a testar sempre. Nada pode mostrar melhor qual conteúdo é mais adequado ou a linguagem mais eficiente que o bom e velho teste. Faça publicações, use tráfego pago e converse com usuários até encontrar aquilo que mais se encaixa com seu negócio.

E principal de tudo: não tenha medo de mudar. As redes valorizam inovação, assim como seu público digital. Algumas vezes sua estratégia de comunicação precisará ser revista e isso não é um problema. A única coisa errada é continuar insistindo em algo que não traz mais novos pacientes.

médico tem sucesso com marketing digital nas redes sociais

Tipos de redes sociais para marketing digital médico

Considerando que existem dezenas de redes sociais às quais um médico pode aderir, é importante diferenciarmos cada uma delas. Podemos dividi-las em três grandes grupos de acordo com o objetivo do público nas plataformas.

Sabendo disso, fica muito mais simples para o médico ou quem cuida da gestão de clínicas definir onde estar presente. Fique atento porque isso também influencia no tipo de conteúdo que deve ser direcionado para cada uma dessas redes.

Um vídeo viral no Instagram pode ser um fracasso no LinkedIn e vice versa. Por isso, é importantíssimo saber para que serve e para que usar cada um desses grupos.

1. Redes sociais de entretenimento

Quem está na internet geralmente gosta de consumir conteúdo. Quando tem um tempo livre no dia e deseja captar informações, aprender algo ou até mesmo só se distrair, as pessoas procuram esse tipo de rede. Uma das mais famosas e frequentadas é o YouTube. Nele, usuários buscam vídeos de todos os tipos e alguns médicos e clínicas têm ganhado views com conteúdo informativo.

A dica para quem trabalha com saúde é aproveitar essas redes para informar. Seja através de textos, como ocorre no Medium, ou vídeos, sempre é possível levar dicas e sugestões para seus seguidores.

Use as ferramentas da plataforma para transformar o linguajar médico em algo mais acessível e fácil de compreender. Assim, você consegue passar informações relevantes para quem assiste e ainda ganha sua confiança.

2. Redes sociais profissionais

Existem redes específicas para fazer networking e conhecer outras pessoas que trabalham na área. O LinkedIn é a mais conhecida dela e também um dos queridinhos da comunidade da saúde.

Ele permite trabalhar com uma conta pessoal ou página para a clínica e ajuda a conhecer outros especialistas que queiram conectar-se com você. Recomendamos utilizá-lo para demonstrar seu currículo e também mostrar aos colegas de área toda a sua competência e dedicação. É muito boa também para especialistas que precisem de indicações de colegas, como os cirurgiões, por exemplo.

É comum que parcerias importantes surjam através de discussões nessas redes sociais. E mesmo que isso não gere agendamentos diretamente, é uma divulgação importante para qualquer um do setor da saúde.

3. Redes sociais de relacionamento

Gosta de Facebook e Instagram? Receber likes, comentários e ver postagens é quase viciante e existe um motivo para isso: elas são focadas na construção de relacionamentos. Seres humanos são sociais, por isso somos tão fissurados por saber quem está fazendo o que e onde.

Redes com o objetivo de conectar pessoas são algumas das mais recomendadas para conseguir retornos em número de agendamentos a curto prazo. Algumas delas possuem ferramentas específicas para negócios e profissionais, ajudando a melhorar ainda mais o trabalho.

No entanto, vale a pena lembrar que seu foco é em relacionamentos. De nada adianta transformar seu Facebook em um panfleto virtual e nunca interagir com seus possíveis pacientes. Isso é básico para quem quer fazer marketing digital médico nas redes.

médica com celular bem-sucedida graças ao marketing digital médico nas redes sociais

Dúvidas comuns sobre redes sociais no marketing digital médico

Quando começamos a trabalhar na prática com redes sociais médicas surgem uma série de dúvidas. Talvez sua pergunta esteja entre uma das que selecionamos abaixo para responder neste artigo, confira.

1. Devo ter página ou perfil no Facebook?

Existem duas modalidades de conta no Facebook e as duas são importantes a sua própria maneira:

– Perfil pessoal: quando o perfil é uma conta pessoal, que permite ao profissional da saúde manter contato com amigos e familiares. Quem tem perfis fechados pode publicar o que quiser e conversar com quem quiser em suas horas de lazer. É excelente para manter networking com as pessoas mais próximas em sua vida;

– Perfil profissional: tendo um perfil pessoal você libera  a possibilidade de criar uma página. Ela é uma versão de “negócios” da conta do Facebook para quem deseja divulgar todos os tipos de serviço ou produtos.

A recomendação mais comum é que um profissional da saúde mantenha-se ativo das duas maneiras, tanto no perfil pessoal quanto na página. Mas é importante saber separar seu conteúdo. Enquanto seus amigos adorariam ver fotos do happy hour de sexta, isso pode não fazer tanto sentido para possíveis pacientes que seguem a página para ver dicas de saúde, apesar de sim, as pessoas quererem ver fotos do seu dia dia a dia, todavia com viés mais profissional.

2. Perfil de criador de conteúdo ou profissional no Instagram?

Apesar das duas opções serem profissionais, elas possuem objetivos distintos. A conta de criador de conteúdo é direcionada a pessoas que desejam divulgar seu trabalho. Ou seja, se você quer trabalhar com a própria divulgação como um médico, deve usar essa categoria. Já a profissional é direcionada a empresas, como uma clínica ou hospital.

O criador de conteúdo tem a opção de ocultar seu rótulo de categoria e opções de contato. Assim, pode deixar para que o contato oficial seja por direct ou até mesmo por e-mail para evitar o excesso de mensagens e ligações. Isso não é possível para uma conta empresarial.

A caixa de entrada do direct também é diferente para as categorias. A conta de empresas exibe todas as mensagens em uma caixa única. Já a de criador se divide em gerais e principal, onde as conversas mais frequentes ficam armazenadas.

3. Devo ter Twitter para marketing digital médico?

Depende muito do seu público. Algumas faixas etárias e grupos demográficos praticamente não o utilizam, enquanto outros são simplesmente obcecados por ele. A rede não possui grande diferenciação para contas empresariais e pessoais e exige que usuários sigam perfis ou hashtags.

A grande diferença da rede é o uso de textos curtos de até 140 palavras por postagens. As interações também são rápidas e o especialista que escolher usá-lo para se divulgar precisa interagir muito para conseguir ganhar relevância para o algoritmo e conquistar novos seguidores.

4. Redes sociais exclusivas para médicos valem a pena?

As redes exclusivas para quem trabalha com medicina e saúde ainda não se popularizaram no Brasil. No entanto, são interessantes para quem quer ficar por dentro de novidades na área e acompanhar notícias internacionais.

5. Devo usar hashtags nas publicações?

Com certeza! Só tome cuidado para não exagerar e evitar hashtags proibidas. As redes usam essas tags como um tipo de palavra-chave para acelerar a busca dos usuários. Por isso, pesquise bastante sobre o tipo de pessoa que segue cada uma delas para encontrar as que mais combinam com seu público e reforçar o seu marketing digital médico.

Os comentários estão encerrados.





    Grato pelo envio.
    Em breve você começará a receber nossas newsletters.