Como especialidades do marketing digital, o marketing médico e o odontológico são hoje mais do que uma moda, são uma necessidade para profissionais de saúde, sejam eles médicos, dentistas, fisioterapeutas, psicólogos ou fonoaudiólogos.

Mas antes de particularizarmos o marketing digital para médicos ou marketing odontológico, você precisa entender o que é marketing digital propriamente dito, quais são suas diferenças para o marketing e a publicidade convencionais, e quais suas ferramentas. Bem como suas vantagens para outras formas de marketing, sejam estas econômicas ou estratégicas.

Dessa forma, poderá fazer um marketing estratégico para a área da saúde mais competente, aproveitando melhor sua consultoria de marketing digital e tudo o que ela pode lhe oferecer.

Empresas de marketing digital: o que são (ou o que deveriam ser)

Convencionou-se chamar de marketing digital as ferramentas online ou estratégias de marketing na internet. Todavia, a palavra “marketing”, no sentido convencional do termo, tem uma abrangência maior e se refere não apenas à comunicação, mas também a outros fatores que englobam a relação entre empresas, produtos e clientes, como o preço e a distribuição do produto, bem como sua própria formatação.

Portanto, o marketing digital deveria abarcar muito mais do que somente ferramentas técnicas, ser compreendido como uma extensão do marketing no mundo digital, com todas as suas formas de relacionamento com o público, levando para a internet seus conceitos básicos de posicionamento e geração de valor.

Por conseguinte, a empresa de marketing digital que entende isso sai na frente em suas estratégias e ações de marketing, tanto no marketing voltado para médicos quanto no marketing dentista, extraindo do marketing tradicional suas bases teóricas de foco no cliente e implementando grandes melhorias a este, com as modernas técnicas de marketing 4.0 que a internet possibilita.

Agência de marketing digital: quais as suas vantagens sobre as agências tradicionais

empresa de marketing digital

Uma boa agência de marketing digital vai trazer a você ou a sua empresa ferramentas e ações que uma agência de publicidade tradicional não pode dar, porque simplesmente não tem esse expertise. Pois no marketing digital não basta fazer layouts bonitos em um site para médico ou site para dentista, ou mesmo em um gerenciamento de redes sociais.

Há muita técnica envolvida, bem como análises periódicas para determinar se uma ação está correta ou não. E para a área da saúde, as vantagens do marketing digital são enormes, tanto pelos limites éticos à propaganda tradicional impostos por conselhos, como o CFM, o CFO e o CREFITO, em todas as suas versões regionais, como o CREMESP e o CROSP, quanto pelo baixo orçamento que médicos e dentistas podem disponibilizar.

Uma boa agência digital pode mostrar como ganhar seguidores reais no instagram, por exemplo, por um valor mensal que o profissional de saúde pode pagar. Já para fazer uma campanha offline, haveria limitações éticas e o preço seria muito mais alto.

Outrossim, numa campanha de propaganda off-line o resultado só é visto no final. Se o planejamento falhou ou se as peças publicitárias não despertaram interesse no público, só é possível saber no fim da campanha, quando o investimento já foi totalmente feito. Porém, no marketing digital não é assim. Pois é possível avaliar o sucesso da campanha após alguns dias e corrigir possíveis erros, antes que se invista toda a verba.



Fale conosco agora

Ferramentas de marketing digital: como elas ajudam no marketing médico e odontológico

criação marketing digital medico

As diversas ferramentas digitais do marketing digital se encaixam perfeitamente com as necessidades do marketing médico e odontológico. E elas vão muito além de redes sociais, como o Facebook e o Instagram, e servem para resolver diversos problemas, que vão desde dar mais autoridade e reconhecimento ao profissional de saúde até conseguir mais consultas e aumentar a demanda de procedimentos.

Entre as ferramentas online importantes para marketing digital médico e marketing digital dentista, estão:

- Perfis no Instagram, Facebook e Linkedin;

- Story de Facebook e, principalmente, do Instagram;

- Mensagens diretas Instagram;

- IGTV;

- Anúncios digitais no Facebook Ads/ Instagram e Google Adwords;

- Site;

- Chat;

- SEO;

- Blog;

- E-mail marketing;

- Webinar;

- Vídeos para Youtube e para outras mídias sociais.

Apesar das redes sociais serem as ferramentas de marketing digital mais populares, é essencial, por exemplo, que um médico que busca mais reconhecimento em sua especialidade tenha um site com blog e faça um trabalho de SEO. Isso serve para abrir um novo canal de comunicação com seu público e obter mais possibilidades de marcação de consultas, criando um posicionamento de autoridade em seu meio.

Marketing médico e odontológico: sua agência de marketing para médicos esclarece o que é.

gerenciando seu marketing medico

O marketing médico e odontológico já é considerado uma especialidade do marketing, abrangendo o marketing digital para médicos, o marketing digital odontologia, ou marketing para dentistas, e o marketing para outras especialidades da área da saúde.

Porque ele agrega não somente o marketing online quanto também o marketing off-line, que pode complementar as ações online com folders, apresentações, malas-diretas físicas, outdoor, painéis digitais, comerciais de TV, anúncios de revista e o que mais for permitido pelos conselhos de ética para clínicas, hospitais, profissionais de saúde e equipes médicas.

Marketing médico e odontológico: quais as diferenças na gestão de redes sociais

marketing dentista sendo feito

Por mais que existam mais semelhanças do que diferenças entre o marketing digital médico e o marketing odontológico, há singularidades no marketing para dentistas devido ao que é permitido pelo Conselho Federal de Odontologia em comparação com o Conselho Federal de Medicina. O primeiro, bem como sua versão estadual, o Conselho Regional de Odontologia, permite, por exemplo, as fotos estilo "antes e depois" em postagens de redes sociais de marketing odontológico.

Qualquer que seja o Conselho Regional de Medicina, de qualquer estado, não permite que médicos postem fotos “antes e depois”, entendendo que essas fotos demonstram um sucesso que a medicina não pode garantir. O que é uma desvantagem para o marketing digital para médicos, pois esse tipo de post de redes sociais geralmente obtém grande alcance e engajamento.

Pelo preço de consulta de um odontólogo, na maioria dos casos, não ser tão substancial quanto o de um médico, o foco no marketing odontológico, seja o marketing para clínica médica ou para consultórios, é nos procedimentos. Assim, no caso de um bucomaxilo facial, o foco maior é em cirurgias ortognáticas. Para um implantodontista, o foco são os implantes dentários. E no marketing dentista para um perfil de um ortodontista, damos ênfase maior na colocação de aparelhos.



Fale conosco agora

Como ganhar seguidores instagram no marketing médico e odontológico

cardiologista gerenciando seu marketing médico

Quando se fala em como ganhar seguidores no Instagram as diferenças do marketing médico e odontológico para outros tipos de marketing digital se aprofundam. Ganhar seguidores instagram depende hoje muito mais de uma boa estratégia de conteúdo aliada a anúncios digitais do que a um crescimento orgânico baseado em ações de seguir e desseguir, como se fazia no passado.

O Instagram fechou o cerco contra robôs de crescimento de seguidores e a tentativa de utilizá-los é passível de punição da rede social ou até de desativação dos perfis, pois o uso dos robôs vai contra os termos de uso e a política de privacidade do Instagram.

Site médico e site dentista: como devem ser

Site para médicos e site para dentistas são tipos de site mais simples do que outros, mas que devem ter foco em conteúdo e de que forma distribuí-lo. Eles podem ter várias páginas (fullsites) ou apenas uma (sites onepage), dependendo da especialidade e da necessidade de cada cliente. Mas sempre devem enfocar a principal (ou principais) técnicas ou patologias tratadas pelo profissional de saúde.

Um site é um ponto de partida para várias ações de marketing digital, como anúncios no Google, e para ele são direcionados posts em redes sociais e e-mail marketing, bem como anúncios do Facebook e do Instagram. São muito importantes para o convencimento do paciente e para construir um bom conceito do profissional de saúde para seu público, formando uma percepção de autoridade para este, seja no marketing médico ou no marketing dentista.

Site para médicos e site para dentistas com SEO: por que são essenciais?

marketing odontológico sendo feito

Não se pode ter um site para médicos ou para dentistas sem se preocupar em conseguir tráfego para este. E tráfego só acontece de dois jeitos: de forma paga ou orgânica. A forma paga, fazendo anúncios, pode não ser sustentável para a maioria dos profissionais de saúde ao longo do tempo. E, certamente, só fazer anúncios não é uma forma otimizada de estratégia online.

Portanto, no marketing saúde, o médico ou dentista que possui um site precisa atuar também de forma orgânica neste, ou seja “não paga”, através do SEO – Search Engine Optimization, uma estratégia digital utilizada em marketing para saúde, inclusive no marketing dentista. O SEO consiste em técnicas onpage e offpage (nas páginas do site ou fora delas), tanto no que diz respeito a otimizações da programação quanto do conteúdo e arquitetura do site, para fazer com que o Google e outros buscadores ranqueiem o website na primeira página, à frente de sites concorrentes.

Vantagens competitivas de um site com SEO no marketing médico e odontológico

Assim, as técnicas de SEO no marketing médico e odontológico proporcionam aos sites médicos uma enorme vantagem competitiva frente aos sites de outros colegas de mesma especialidade. Dessa forma, um profissional de cirurgia vascular, por exemplo, mesmo com poucos anos de profissão, pode posicionar-se na internet na frente de um cirurgião mais conhecido em seu meio, adquirindo de forma mais rápida uma autoridade e um reconhecimento do público que o segundo levou anos para construir.

Mais ainda: o aumento de tráfego proporcionado por um bom SEO funciona como um canal a mais para aumentar o número de consultas e de procedimentos do profissional de saúde. É um investimento com retorno no médio e longo prazo, que solidifica o trabalho de construção do nome e da demanda de um profissional de saúde na internet.



Fale conosco agora

Marketing médico e odontológico para clínicas e hospitais: quais as vantagens

medico analizando seu marketing digital para medicos

O marketing médico e odontológico para clínicas e hospitais espelha as vantagens do marketing digital para profissionais de saúde e marketing dentista vistas até aqui. Todavia, se o trabalho de site e SEO para médicos, odontologistas e fisioterapeutas é importante, para clínicas e hospitais é essencial. 94,4% dos internautas brasileiros procuram informações de saúde na internet. Portanto, é vital para a sobrevivência de uma clínica ou hospital que ela esteja na primeira página do Google nas principais buscas de seu segmento.

É claro que uma agência de marketing digital, ainda mais uma agência de marketing digital para médicos, sabe que não se pode descuidar do gerenciamento de redes sociais para clínicas ou hospitais. Todavia, dar atenção ao site e entendê-lo como sendo base de várias ações e como algo vital para o posicionamento e aumento de faturamento de um negócio de saúde é fundamental ao marketing estratégico para a área da saúde.

Gestão hospitalar com automação: ferramentas de marketing digital que ajudam no marketing hospitalar

A gestão hospitalar em particular, além do uso do SEO, ganha muito em seu marketing hospitalar com a utilização de ferramentas de automação, principalmente o e-mail marketing. Ele serve tanto para a conquista de novos pacientes quanto para a fidelização de pacientes atuais.

Mas para isso são necessárias antes ações para a captação de leads, que são os prováveis o utilizadores do seu serviço, no caso, serviços de saúde. A captação de leads é a base de todo manual estilo marketing digital como fazer e consiste em utilizar diversas ferramentas para a captação de e-mails e outros dados, como formulário de newsletter no site e anúncios com landing pages, com o objetivo de fazer um mailing, ou seja, um banco de e-mails que permita à gestão hospital abrir um canal de comunicação duradouro com seu público através de e-mail marketing.

Assim, o hospital poderá, por exemplo, divulgar a compra de um novo equipamento, fazer pesquisas de opinião com seus pacientes, confirmar o agendamento de uma consulta do paciente ou até mesmo lembrá-lo periodicamente do checkup do cardiologista.

De tudo isso é essencial que o profissional de saúde tenha em mente duas coisas: o marketing digital é o caminho certo (e, hoje, obrigatório) para a comunicação na área da saúde e é primordial que seja feito por uma empresa de marketing digital especializada, uma agência de marketing para médicos. Pois só ela é capaz de utilizar as técnicas de marketing digital de forma correta para a área da saúde.

A telemedicina e o marketing digital médico e odontológico

Médico teclando em seu laptop passando receita por telemedicina E-clínica Marketing Médico

A telemedicina, aprovada recentemente pelo CFM e pelo Congresso e Senado brasileiros por conta da pandemia do novo Coronavírus, abriu enormes possibilidades para muitas especialidades médicas e tornou o marketing digital médico e odontológico ainda mais necessário.

De agora em diante, especialidades, como cardiologia, endocrinologia, urologia e gastroenterologia podem consultar pacientes pela internet e cobrar por isso, através de diversos aplicativos disponíveis no mercado. Uma excelente notícia para profissionais que tiveram que fechar momentaneamente seus consultórios e clínicas, seja para diminuir a proliferação do vírus, seja por estarem na linha de frente nos hospitais no combate ao covid-19. Mas as vantagens dessa resolução vão muito além disso.

Quais as vantagens trazidas pela telemedicina?

Agora, com a telemedicina, o público de um médico especialista se ampliou. Pois um dermatologista em São Paulo pode atender um paciente no Piauí, e vice-versa, sem o menor prejuízo ao tratamento deste. Portanto, os médicos que vem se posicionando na internet ao longo dos meses e aumentando a sua autoridade digital estão em grande vantagem nessa nova realidade.

O médico que vem aumentando seus seguidores nas redes sociais, respondendo a dúvidas, aumentando seu alcance e engajamento a cada dia, vai colher os frutos nesse novo momento do mercado. Aquele profissional que tem feito anúncios digitais com frequência para aumentar seu público e sua demanda de consultas e procedimentos, pode agora anunciar essa nova modalidade de atendimento.

Da mesma forma, o profissional de saúde ou clínica que abriu o seu site e o vem alimentando a cada dia, fazendo o trabalho de SEO e se posicionando melhor nas buscas do Google a cada semana, sairá na frente nessa hora em que as pessoas estão procurando médicos de diversas especialidades na internet por conta dos consultórios e clínicas estarem fechados.

Infelizmente algo similar à telemedicina ainda não pode ser feito para o marketing dentista, tanto pelo Conselho Federal de Odontologia não ter autorizado, quanto pela própria natureza do trabalho do dentista, que precisa do contato com paciente em sua anamnese.

E para os médicos que ainda não estão na internet?

Para o médico que ainda não tem seu perfil em redes sociais e ainda não trabalha o seu site o momento é de pressa. É preciso entrar imediatamente, aproveitando a abertura trazida pela telemedicina para se digitalizar e iniciar o seu trabalho digital com força total, a fim de compensar o tempo perdido.

Como qualquer mercado (e como na vida...) a flexibilidade e a capacidade de adaptação vão determinar quem sobrevive ou quem sucumbe às mudanças. Os médicos que tinham resistência ao digital, muitos por não se adaptarem à tecnologia, terão que se moldar aos novos tempos.

Mas nunca é tarde para começar. Com um bom trabalho de mídias sociais atrelado a anúncios digitais no Facebook e no Instagram, qualquer profissional de saúde pode iniciar uma nova história na internet e começar a colher frutos no médio prazo.

E quanto tempo deve durar a telemedicina?

Fato é que a telemedicina veio para ficar. Por mais que a resolução do CFM sobre o assunto seja em caráter provisório, a mudança que esta provocará no mercado é permanente. Clínicas e consultórios aumentarão suas receitas e deslocarão investimentos a partir dessa modalidade e a classe médica como um todo deve se movimentar para que essa fonte não se extinga com o fim da pandemia.

O médico que esperar que a telemedicina seja provisória e não se adaptar a ela imediatamente atrasará ainda mais os seus resultados em faturamento, pois esse movimento não tem volta.

E qual será o papel do marketing digital médico na telemedicina?

A influência de um site com SEO no marketing digital para médicos e para clínicas na telemedicina é total. São coisas intimamente atreladas. Pois o marketing digital é a melhor forma de comunicar as consultas digitais. A forma mais barata e mais adequada. E é jeito mais óbvio de comunicação por estar no mesmo meio de divulgação da telemedicina.

Anúncios digitais precisarão ser feitos imediatamente para divulgar a nova forma de atendimento desse cliente médico. Webnars poderão ser feitos para chamar interessados para um assunto aumentando o número de consultas e procedimentos do médico em decorrência destes.

Também poderão ser feitos disparos de e-mail marketing, muito eficazes no marketing digital para médicos, comunicando a abertura desse novo canal de atendimento, bem como para estreitar o relacionamento médico-paciente, aumentando a fidelidade deste.

O feedback a seguidores e a telemedicina

Um dos gargalos na resposta a seguidores é que, muitas vezes, o seguidor de um perfil médico de redes sociais quer se consultar logo após colocar a sua dúvida, ali mesmo, seja por mensagem direta ou por comentários nos posts. Com a telemedicina isso também pode não ser possível, pois a consulta digital tem uma série de restrições éticas e procedimentos que precisam ser adotados para que esta aconteça sem infringir as normas do CFM e as delimitações da nova legislação. Todavia, agora comentários e mensagens diretas com dúvidas médicas podem ser uma ponte para uma consulta digital imediata.

A marcação da consulta pode acontecer logo quando profissional de saúde comece a responder sobre a dúvida do possível paciente e a conversa pode ser deslocada dali naquele momento para um outro ambiente digital mais apropriado para a consulta em si. Ou seja, o médico pode aproveitar melhor o “gancho” da dúvida do paciente para converter aquela dúvida em consulta de forma mais imediata.

Mesmo que o médico não possa fazer a consulta naquela hora, marcando-a para outro momento, as chances de efetivação da consulta ficam maiores.



Fale conosco agora

Criação de autoridade: o foco principal do marketing médico e odontológico.

Médico sorrindo com estetoscópio site E-clínica Marketing Médico

Médicos e dentistas já são considerados, de modo geral, como autoridades no mundo real e têm seu mérito por isso. São anos de estudo, especializações e cuidados com pacientes para chegar até onde estão. Mas isso significa pouco no mundo virtual, que pode fazer toda a diferença para a sua divulgação de marketing médico e odontológico.

Quando alguém possui autoridade também no mundo digital adquire um status de destaque em seu segmento, especialmente entre outros criadores de conteúdo que falem sobre um assunto similar. Por acaso você já percebeu o prestígio dado a certos influencers online? Eles conseguiram construir sua autoridade através de um conjunto de estratégias aplicadas ao longo do tempo. Como resultado, são capazes de influenciar pessoas e convencê-las a comprar produtos, serviços, entre outros.

Para médicos e dentistas, construir autoridade digital ajuda a destacarem-se entre uma concorrência que não para de crescer. Obtendo autoridade na internet, seu público confia cada vez mais em seus conteúdos e eles se tornam uma referência. E isso é tão importante quanto ter autoridade na vida real. Talvez até mais importante.

Ter autoridade no mundo virtual significa muito mais chances no mundo atual de se construir autoridade no mundo real, tanto entre pacientes quanto entre colegas médicos e dentistas. Se antes as indicações para um profissional de saúde só ocorriam através de pessoas conhecidas e de outros profissionais da área, hoje elas acontecem muito mais na internet. Hoje, numa sociedade digitalizada, antes de alguém procurar um médico ou dentista, busca antes informações sobre a patologia e a especialidade que a envolve na internet. E é aí onde ocorre o campo de batalha do marketing digital para médicos e do marketing dentista.

O marketing digital para médicos e o marketing dentista são formas éticas, permitidas pelo CFM e CFO do Brasil e pela Ordem dos Médicos de Portugal, bem como pela Ordem dos Médicos Dentistas de Portugal, do profissional da área divulgar o seu trabalho. Sua atuação passa pela abertura e gerenciamento de perfis profissionais nas redes sociais, mas vai muito além disso, utilizando-se de várias outras ferramentas para dar mais reconhecimento ao profissional da área da saúde.

Como o marketing digital médico e odontológico contribui para gerar autoridade

Se alguém disser que basta publicar conteúdos relacionados a sua área de atuação nas redes sociais para ter autoridade online, questione, pois, apesar do conteúdo ser o ponto inicial de qualquer estratégia para gerar autoridade, ele precisa estar acompanhado de outras ferramentas de marketing médico e odontológico.

Um trabalho de SEO, por exemplo, aliado a um bom conteúdo, é fundamental para a criação de autoridade. O SEO (Search Engine Optimization) é, como o próprio nome fala, uma otimização feita para os buscadores (motores de busca), como o Google, exibirem o site do profissional médico nas melhores posições, na frente de outros sites concorrentes. É a forma de mostrar o seu conteúdo primeiro, fazendo com que seu site seja percebido como mais importante.

As mídias sociais também são uma forma bastante relevante para aumento da autoridade no marketing digital para médicos e no marketing dentista, se o perfil médico tem uma linha editorial interessante de posts e frequência nessas postagens. E se o médico, claro, interage com o seu público, mostrando seus conhecimentos no auxílio a dúvidas.

O marketing digital é a base de tudo, já que engloba estratégias de estudo de público e criação de conteúdo direcionado para este. Através dele é possível planejar conteúdos que após algum tempo façam seu site e perfil serem considerados como um dos melhores da área.

Considerando que o marketing digital é uma área voltada à melhora da comunicação com o público online, não encontramos outro ponto de início melhor para quem deseja tornar-se uma autoridade em determinado assunto.

Maiores impactos da autoridade online para profissionais

Ao adquirir autoridade online, um profissional médico passa a ser respeitado como uma das referências no seu segmento. Talvez você pense: mas isso só é válido para a internet, por que isso seria importante para a prática médica? Considere que, de acordo com o IBGE, 69,8% da população brasileira possui acesso à internet.

Isso significa que ser considerado como uma autoridade online faz com que o profissional seja lembrado sempre que um assunto de sua área seja mencionado. Ele vira uma referência e passa a se juntar a lideranças do mercado.

Construir sua autoridade virtual também ajuda a encontrar parcerias significativas. Empresas e profissionais que atuam na área médica e odontológica, que considerem alguém como referência, ficam mais abertos a parcerias e indicações. Sabemos que na área da saúde isso é importantíssimo para fortalecer e aumentar a longevidade de um consultório, clínica ou hospital.

Como trabalhar autoridade no marketing médico e odontológico

É impossível negar que ser uma autoridade digital ajuda profissionais da área médica e odontológica a divulgar seus serviços e até melhorar a parte financeira do negócio. Quando seu possível paciente pesquisar sobre temas relacionados a sua área você precisa estar lá. De preferência com conteúdo estratégico e de qualidade para gerar confiança, fruto de um bom marketing médico e odontológico.

Trouxemos algumas dicas de marketing digital para médicos e marketing odontológico que um profissional da saúde pode empregar em sua divulgação. Comece a utilizá-las para tornar-se referência não só na vida real, mas também no universo digital. Seu negócio agradecerá os excelentes resultados vindos dessa estratégia.

1. Trabalhe com conteúdos nichados

Boa parte das redes sociais e ferramentas de busca funcionam através de algoritmo que segmentam os conteúdos exibidos. A intenção é mostrar postagens cada vez mais interessantes para o usuário, convencendo-o a ficar mais tempo online. Portanto, escolher o nicho que se deseja atingir e trabalhar com ele é essencial.

Ao conseguir definir seu nicho também será possível escolher a melhor forma de conversar com ele. O tipo de linguagem, formato do conteúdo e formas de distribuição variam de grupo para grupo. Quem decidiu trabalhar no ramo de pediatria, por exemplo, conversa com mães que prezam pelo bem-estar dos filhos.

É um conteúdo que pede uma linguagem mais leve e texto rápidos de ler. Considerando que o público não possui muito tempo livre para dedicar-se a textos e vídeos mais longos. Nesse caso, vale a pena fazer testes com diversos tamanhos e tipos de posts para encontrar o que gera mais engajamento no nicho escolhido.

2. Desenvolva uma estratégia

Todo trabalho de conteúdo começa por uma estratégia. A estratégia de marketing digital médico e marketing odontológico para gerar autoridade deve incluir:

  • Análise de público-alvo;
  • Definição de canais de comunicação;
  • Escolha de tipos de conteúdo mais eficientes;
  • Análise de concorrentes;
  • Definição de mídias sociais a serem utilizadas.

Estude também formas de complementar seu contato com o público escolhido, como lista de transmissão no Whatsapp e e-mail marketing. Tudo deve ser estudado e, se considerado relevante, testado para verificar os resultados.

3. Tenha uma comunicação autêntica

Existe algo que contribuirá muito para conseguir resultados em uma estratégia de marketing digital: sua autenticidade. Alguns médicos e dentistas resolvem que, para que sua comunicação seja levada a sério, eles devem ser completamente formais ou didáticos online. No entanto, isso faz com que sua voz seja confundida com a de outros profissionais da área que falam de maneira similar.

Seja você mesmo, defenda seus valores e mostre ao público suas opiniões. Não se engane: o público não é fácil de enganar por um discurso bonito. Nas redes sociais e na internet falas que não possuem autenticidade chamam pouca atenção e certamente não criam autoridade.

4. Relacione-se com pacientes e outros profissionais

Boa parte do trabalho de geração de autoridade envolve trabalhar com redes sociais. Preste atenção: tais redes foram desenvolvidas para estimular a interação entre os usuários. Ou seja, quanto mais você for social, comunicando-se com pacientes e colegas de área, maior será sua relevância online.

Responda comentários e dúvidas, fique atento ao inbox de seus perfis, comente e curta postagens de outras pessoas. Quanto mais vezes as pessoas virem o profissional da saúde online, melhor! E isso inclui comentários em outros perfis.

5. Para um bom marketing médico e odontológico, tenha um blog e trabalhe SEO no seu site

O trabalho de autoridade no marketing médico e odontológico não se resume a postagens em redes sociais. Pelo contrário. O principal trabalho de conteúdo para criar autoridade é feito no site e, principalmente em posts de blog.

É preciso aprofundá-lo em textos publicados com frequência os assuntos em que o profissional de saúde é especialista. Colocar neles as palavras-chave que são decisivas e que tem maior volume de busca no segmento trabalhado e fazer ajustes de otimização técnica no site utilizado.

É dessa forma que o Google e outros buscadores entenderão o seu site como mais relevante do que sites com assuntos similares. E, principalmente, é essa a maneira do seu paciente construir uma percepção de autoridade para o seu nome, pois as pessoas em geral percebem como autoridade quem se dedica a escrever sobre determinado assunto.

Nesse ponto, é fundamental um bom trabalho por parte da agência de marketing digital que o médico ou dentista tenha a seu lado. Tanto na escolha dos temas a serem escritos e trabalho técnico de SEO, quanto na forma de elaboração desses conteúdos, que devem passar a credibilidade que o profissional de saúde precisa e serem percebidos como que escritos pelo profissional, de próprio punho.

Com o devido cuidado sua marca pessoal ganhará autoridade aos poucos na internet. Como mencionamos, os benefícios são imensos. Ser reconhecido como referência em sua área ajuda na aquisição de novos pacientes, faz suas contas em redes sociais e seu tráfego de site crescerem e também auxilia na aquisição de parcerias.



Fale conosco agora

Campanhas pagas: o que são e como fazê-las em seu marketing médico?

Profissional de saúde vendo conteúdo de marketing médico - E-clínica Marketing Digital

Existe uma técnica no marketing médico conhecida como PPC, ou pay per click (pague por clique). Por acaso você já percebeu um texto de “Anúncio” acima dos primeiros resultados da sua pesquisa no Google? É exatamente isso que essas estratégias pagas fazem.

Elas são uma forma de trazer mais tráfego para o site, estimular contatos e crescer rapidamente seu negócio com um orçamento para anúncios. E o maior representante do pay per click no marketing médico é o Google Ads, sobre o qual falaremos em detalhes à frente.

Os anúncios permitem que seu marketing fique ainda mais eficiente e direcionado. Explicaremos nos tópicos abaixo como usar o Google Ads e suas ferramentas para trazer cada vez mais pacientes ao site.

Como funciona o Google Ads e por que profissionais da saúde devem conhecer

O Google Ads é a plataforma de anúncios oficial de todos os serviços referentes à empresa Google. Acredite, essa mega corporação de tecnologia trabalha com muito mais do que somente a maior ferramenta de busca do mundo. Por isso, os ADs que eles oferecem são tão vantajosos.

Além de permitirem que sua empresa ganhe destaque, mesmo que não tenha as primeiras posições orgânicas na busca, ainda encontra usuários prontos para comprar onde quer que estejam. Existe uma imensa rede de display (sites parceiros) que recebem anúncios do Google, inclusive outros sites direcionados à saúde.

Alguns ainda acreditam que trabalho com SEO para marketing médico os anúncios são dispensáveis. Mas, como uma agência de marketing digital para a saúde, consideramos que os dois são importantíssimos. Quando combinados, os resultados são ainda melhores!

Tipos de anúncios de marketing médico no Google Ads

Podemos trabalhar com diversos tipos de anúncios no marketing médico. Confira os principais deles e quando usar cada um, assim como algumas dicas para trabalhar melhor seu público.

1. Anúncios na rede de pesquisa

Quando fazemos uma pesquisa no Google alguns dos primeiros resultados possuem o termo “anúncio”. Eles são os ADs realizados na rede de pesquisa do Google, ou seja, aparecem antes e entre os resultados orgânicos.

Portanto, eles conseguem atingir um usuário que está em momento de consideração da solução ou no meio do processo de compra. Afinal de contas, alguém que procura um consultório de dentista em Belém certamente pensa em marcar consulta.

Com ótimo custo x benefício, esse tipo de anúncio é praticamente uma obrigação para uma estratégia paga de marketing. Além de serem direcionados através de palavras-chave, os anúncios também usam localização para ficarem ainda mais eficientes.

2. Anúncios na rede de display

O Google possui uma rede de parceiros que exibem seus anúncios em banners, barras laterais e outras partes do site. De acordo com o próprio Google, sua rede de display atinge ao redor de 90% dos usuários em todo o mundo.

De acordo com a configuração do anúncio, você consegue encontrar pessoas de acordo com suas pesquisas e até visitas no site. A rede de display é bastante popular por quem trabalha com remarketing, já que permite “seguir” o usuário quando ele não termina uma ação no seu site.

A aplicação é variada e válida para qualquer estágio do funil. A rede de display é ótima para deixar seu conteúdo mais visível, conquistar novos cliques e até para estimular mais agendamentos. Tudo isso considerando que a clínica ou hospital usa uma estratégia sólida de marketing digital.

3. Anúncios no Youtube

O Youtube também faz parte do grupo de plataformas do Google e é uma ótima opção para anúncios. A plataforma de vídeos permanece como uma das favoritas entre usuários do Brasil e de todo o mundo.

Ao trabalhar com Google Ads na plataforma, é possível incluir anúncios no início do conteúdo ou na duração do vídeo. Então, talvez sua maior pergunta nesse momento seja: mas como funciona a cobrança se existe a opção de pular o anúncio?

Quando usamos anúncios em vídeo, você só paga depois que o usuário assistir 30s ou interagir com a campanha. Portanto, não tenha medo de ousar pensando que gastará dinheiro à toa. Combinando esse fator com o direcionamento bastante específico do Google Ads, um bom resultado tem grandes chances de acontecer.

4. Anúncios em APPs

Quem trabalha com aplicativos certamente gostaria de estar em primeiro lugar nas buscas da loja de APPs do Google. Outra opção é aproveitar a rede de display para aparecer em alguns APPs com anúncios enquanto o usuário navega, que pode levar a um clique em download quando a segmentação é boa.

Talvez falar em aplicativos seja algo distante do marketing médico, mas muitos estão usando essas ferramentas para ficarem mais próximos de seus pacientes. Caso seu negócio da área da saúde comece a desenvolver sua própria plataforma, vale muito a pena começar a anunciar nessa segmentação do Google.



Fale conosco agora

Como o anúncio de marketing médico aparece para o paciente?

Homem digitando conteúdo para marketing médico - E-clínica Marketing Digital

O marketing médico não é tão simples a ponto de conseguirmos programar um anúncio que aparece para 100% das pessoas que devem comprar ou marcar uma consulta. Existe um sistema de leilão que determina quais anúncios devem aparecer, para quem e quando.

Por ser em leilão, os valores para anunciar aumentam de acordo com a quantidade de pessoas que tentam aparecer para certo termo de busca. No entanto, não basta somente pagar o lance máximo para conseguir bons resultados. A plataforma pretende apresentar os melhores links possíveis para seus usuários, mesmo em conteúdo pago. Portanto, existe uma espécie de ranqueamento.

Só quem consegue combinar qualidade e lance aparece no máximo de resultados possível. Portanto, o Google garante que, mesmo com lances ligeiramente menores, anúncios realmente bons apareçam no começo. E tudo isso está ligado à otimização do site e seu SEO, percebe como as estratégias se unem?

Quando a clínica ou hospital percebe resultados com Google Ads?

Muitos ainda estão acostumados com os resultados de SEO, que, apesar de muito eficientes, podem demorar meses para aparecer de maneira clara. Os anúncios são imediatos, no mesmo dia que sua campanha começar a rodar você terá maior número de acessos e cliques no site.

É claro que tudo depende de dois fatores:

A qualidade do site (e sua otimização para o contato);

A qualidade e eficácia do anúncio (ele precisa convencer o usuário a clicar).

Quem não gostaria de esperar pelo menos seis meses para sentir os resultados orgânicos pode criar um misto de estratégias. A curto prazo os anúncios levam visitantes qualificados ao site e constroem sua autoridade. Ao mesmo tempo, os dados do comportamento do usuário ajudam o Google a determinar que sua página possui qualidade para melhorar o posicionamento orgânico.

E tudo começa com resultados de início imediato, conforme mencionamos acima.

Como melhorar o marketing médico com anúncios?

Gostou da ideia de usar marketing médico com anúncios pagos? Ótimo, mas não é tão simples assim. Você precisará criar uma campanha eficiente que realmente resolva o problema de seu possível paciente para levá-lo ao site. Confira o que incluir em cada anúncio para obter mais sucesso.

1. Melhore o texto do anúncio

Primeiramente, lembre-se que o texto precisa ser relevante para as palavras-chave que deseja utilizar. No entanto, não basta usar somente boas palavras, elas precisam conectar-se com o público-alvo.

Na rede de pesquisa, por exemplo, você tem o título e a meta descrição para convencer o usuário de que é a melhor opção. Seja sucinto, já que o espaço para texto é limitado, mas persuasivo.

O Google avalia a relevância do resultado para seus usuários. O que significa que você precisa provar que aquele link da web realmente deve agregar valor. Vale a pena lembrar para tomar cuidado com erros ortográficos ou de digitação que podem tirar a autoridade do seu resultado.

2. Organize suas palavras-chave para melhor marketing médico

Errar as palavras-chave é um erro comum para quem está começando no marketing médico voltado para anúncios. A plataforma permite separar termos de busca por grupos de anúncio, que devem organizar tudo de acordo com o tema e objetivo de conversão.

Digamos que você trabalhe com a gestão de uma clínica de reumatologia. Ao invés de criar um anúncio com palavras-chave para todos os tipos de tratamentos e doenças mais procuradas, separe as palavras relativas a determinadas doenças em cada anúncio.

Dessa forma, é possível direcionar seus ADs para páginas que sejam as mais interessantes para cada tipo de paciente. Tente agrupar palavras-chave relacionadas entre si para conseguir melhores resultados.

3. Melhore o site

Cuidado, o maior erro que alguém pode cometer com anúncios é deixar um site com baixa qualidade vinculado à conta. Tenha certeza de que seu site está devidamente otimizado, completo e com boa velocidade de carregamento.

Além disso, o conteúdo precisa ser excepcional para manter o usuário na página. Caso as ferramentas do Google considerem seu site lento, problemático ou não relacionarem o conteúdo às palavras-chave escolhidas, você terá problemas, lances cada vez mais caros e corre o risco de não conseguir colocar a campanha no ar.

O Google constrói um histórico de anúncios para cada conta. Quanto melhor for o seu, melhores serão seus resultados futuros na plataforma.

4. Inclua palavras-chave negativas

Saber quem não atingir é tão importante quanto saber quem se deve atingir. O Google Ads possui uma ferramenta de palavras-chave negativas que limita para quem os anúncios devem aparecer. Digamos que você atende somente na cidade X e não gostaria de receber contatos da cidade Y, basta incluir palavras negativas relativas a esta segunda cidade no anúncio.



Fale conosco agora

Como deixar o site perfeito com marketing digital e SEO

Médica sorrindo - E-clínica digital

O marketing digital depende do SEO, search engine optimization para conseguir resultados orgânicos. Esse conjunto de estratégias tenta ajudar seu site a atender os mais de 200 pré-requisitos do Google para que um resultado fique posicionado entre os primeiros.

Estudos da própria plataforma mostram que 30% dos cliques ficam reservados aos três primeiros resultados orgânicos. O restante da primeira página ainda tem chances de ser percebida pelo usuário, mas quem ficar depois disso está com problemas. Somente 0,78% das pessoas clica em conteúdo que está na segunda página ou depois.

Por isso, manter o site otimizado é parte essencial do marketing médico.

Como melhorar o marketing digital e SEO do site

O marketing digital depende de acompanhamento constante de algumas métricas, palavras-chave e, claro, da criação de conteúdo. Entenda o que melhorar para que as ferramentas de busca comecem a colocar seu endereço web entre os primeiros resultados.

1. Crie um planejamento de palavras-chave para o site

Aparecer para as pessoas corretas depende muito das palavras-chave que você utiliza. Portanto, comece com o planejamento tendo em mente seus objetivos com a página. Pense em qual tipo de paciente você gostaria de atingir e quais termos de busca devem fazer sentido para essas pessoas.

2. Acompanhe as métricas onpage e offpage

A parte técnica do SEO é dividida em dois tipos principais de ações: onpage e offpage. O primeiro deles inclui características que conseguimos mudar dentro da própria página, como:

Títulos H1, H2, H3, H4, etc;

Palavras-chave no corpo do texto;

Links internos e externos;

CTA (call to action);

Imagens otimizadas.

Também existem algumas características importantes que dependem da estrutura do site em si, o offpage. Elas determinam a velocidade de carregamento e como a página aparece para cada tipo de dispositivo. No entanto, são bem mais difíceis de alterar sem conhecimentos básicos em programação. Por isso você precisa do suporte de uma agência de marketing digital para orientá-lo.

3. Para um bom marketing médico, melhore o tempo de carregamento do site

Tempo de carregamento é tudo em um mundo veloz como o nosso e no marketing médico não poderia ser diferente. Usuários dificilmente permanecem em páginas esperando mais de poucos segundos para que carreguem. Por isso, o Google tem dado prioridade para os sites mais velozes.

A grande questão é que existe uma quantidade grande de fatores que podem deixar seu site lento. Desde tipo de hospedagem, até programação do site ou imagens não otimizadas. Uma dica interessante é verificar a ferramenta do próprio Google, pagespeed insights, que mostra alguns detalhes que deveriam receber melhoria para diminuir o tempo de carregamento

.

4. Otimize imagens e inclua alt tags

Ao salvar imagens para incluir no site deixe-as no tamanho adequado. Não inclua imagens excessivamente grandes e tente sempre salvar em png para a web, uma configuração que já vem pronta em programas para edição de imagem, como o Photoshop.

Além disso, é importante incluir alt tags (textos alternativos) sempre. O robô do Google não é capaz de ler imagens, por isso usa textos desse tipo para determinar se elas realmente têm algo a ver com o tópico abordado.

Que tal iniciar logo esse trabalho e obter a percepção do seu paciente que você merece? Fale com a E-clínica e veja tudo o que podemos fazer pela sua carreira ou por seu negócio na área da saúde.



Fale conosco agora

Como o linkbuilding ajuda o marketing médico e odontológico?

Médica estendendo a mão para cumprimentar - site E-clínica Digital

A estratégia de link building é parte essencial do SEO para o marketing médico e odontológico. Essa estratégia consiste em conquistar links em outros sites que levam até suas páginas e artigos. Acredite, o SEO depende da presença de bons links direcionando para seu site, tanto para ter autoridade quanto para conseguir o máximo de tráfego possível.

Trouxemos abaixo três motivos para trabalhar linkbuilding com seu marketing digital médico.

1. Melhora a reputação do site no marketing médico e odontológico

Quando falamos em reputação de um site no marketing médico e odontológico, não estamos falando exatamente da autoridade que vem do conhecimento e especialidade do médico. Na realidade o Google usa métricas para determinar quando um domínio (site) tem mais autoridade que outros. Ou seja, quais devem estar entre os primeiros resultados.

A quantidade de bons links é uma dessas métricas e possui peso importante no resultado final. Sem eles, mesmo um conteúdo excelente que usa as palavras-chave corretamente pode perder posições. Então invista nessas estratégias assim para melhorar sua posição na SERP.

2. Traz tráfego para o site através de sites parceiros

Imagine que um possível paciente esteja lendo um artigo sobre nutrição para diabéticos no blog de seu nutricionista. Esse artigo possui o link em uma parte do texto que fala sobre o tratamento com um médico endocrinologista e a pessoa clica para saber mais. Nesse momento, é levado ao site do endócrino e acaba permanecendo por ali ou até marcando uma consulta.

Esse é um dos objetivos do link building no SEO: trazer mais acessos de forma praticamente gratuita para o site. Ao mesmo tempo, eles fortalecem seu SEO nas ferramentas de busca para atrair ainda mais visitantes.

3. Gera crescimento da audiência que realmente importa

Um site com um milhão de visitas não significa uma agenda lotada para o profissional ou clínica. O que realmente importa é a qualidade dessas visualizações e se elas são realmente seu público-alvo.

Quando incluímos backlinks nos locais corretos, conseguimos atrair uma audiência de nicho. Assim, pessoas que já possuem certo interesse na saúde e em sua especialidade conseguem encontrar o site rapidamente. O melhor de tudo é que esses possíveis pacientes têm maiores chances de agendar uma consulta depois de conferir seu conteúdo.

Como criar conteúdo enfocado em palavras-chave?

As palavras-chave são o centro de toda estratégia de SEO. Afinal de contas, a seleção correta garante que possíveis pacientes consigam encontrar seu site com sucesso. Errar no planejamento ou no uso, no entanto, traz sérios prejuízos para o marketing digital médico.

Por isso, é essencial aprender a produzir conteúdo considerando os termos de busca mais relevantes para seu setor. Muita gente ainda escreve publicações para o blog levando em conta o assunto que acha mais interessante ou seguindo sua inspiração. Esse é um grande erro, que coloca a perder toda a estratégia de marketing.

Entenda abaixo como colocar as palavras-chave no centro da criação do conteúdo e algumas ferramentas que devem ajudá-lo a fazer isso.

1. No seu marketing médico e odontológico, use ferramentas de busca de palavras-chave.

A grande dúvida para quem começou a criar conteúdo para marketing médico e odontológico é: como encontrar as palavras-chaves adequadas para cada artigo? Existem algumas ferramentas úteis que permitem encontrar o que usuários têm pesquisado mais e termos relacionados, como:

- Google Keyword Planner;

- Google Trends;

- SEMrush;

- Moz.

O funcionamento da maioria delas é bastante similar. Eles mostram o volume médio de buscas mensais de acordo com idioma e região, ajudando a determinar o que exatamente o público está tentando encontrar na internet.

No entanto, queremos avisar: não adianta simplesmente jogar uma palavra-chave nas ferramentas, ver que tem buscas e escrever somente sobre ela. É importante combinar os termos de busca com seu conhecimento sobre o público. Afinal de contas, não estamos redigindo artigos de blogs para o Google, mas para os futuros pacientes.

2. Entenda as necessidades do público

Como falamos no tópico anterior, é importante trabalhar palavras-chave considerando o que seu público quer ver. Algumas pessoas erram ao tentar agradar somente algoritmos e ferramentas de busca, esquecendo que o verdadeiro alvo são as pessoas.

Além de definir as palavras adequadas, seu conteúdo também deve ser:

- Relevante;

- Valioso;

- Interessante para o usuário.

A qualidade do material também influencia no resultado de SEO. A ferramenta considera o tempo de permanência e como os usuários interagem com o conteúdo. Ou seja, mesmo que você escolha ótimas palavras-chave, se o usuário entrar e sair imediatamente da página, sua estratégia falhou.

3. Use palavras-chave longas e curtas no marketing digital médico

Quando o assunto é SEO para marketing digital médico e para dentistas existe um segredo para melhores resultados: misturar os tipos de palavras. Em geral, o instinto da maior parte dos gestores de clínicas é querer seu site posicionado nos termos de maior busca, que são palavras-chave curtas.

No entanto, quando trabalhamos somente com esses termos perdemos uma grande oportunidade. As palavras longas também são mais específicas e atingem um público que está muito mais interessado nos seus serviços.

Além disso, elas são menos concorridas, conseguindo-se chegar às primeiras posições do Google com maior velocidade ao utilizá-las. Assim, usar esse tipo de termo faz com que o marketing orgânico seja mais rápido e eficiente.

Aprenda a avaliar os resultados do marketing médico e odontológico

O bom marketing médico e odontológico traz resultados mensuráveis através de métricas. Isso significa que conseguimos coletar dados conforme trabalhamos o marketing para determinar se tudo está funcionando ou não. E ainda definir o que e como melhorar.

A escolha de métricas mostra muito sobre o tipo de estratégia. Para o site em especial, alguns dos números que conseguimos analisar incluem:

- Número de visualizações da página;

- Tempo de permanência na página;

- Duração média da sessão;

- Taxa de saída (número de pessoas que entram no site e saem imediatamente);

- Número de cliques na página ou em um botão específico (como o de contato).

Ao determinar seu objetivo para o marketing digital médico, aproveite para definir como será possível medir seu resultado. Você procura novos pacientes? Nesse caso o número de cliques no botão do Whatsapp diz muita coisa.

Gostaria de ser conhecido como autoridade? O tempo de permanência na página e número de visitas nos artigos do blog influenciam bastante.

Só com o acompanhamento mensal é possível entender os resultados reais do trabalho de marketing.



Fale conosco agora