medico e paciente marketing digital blog eclinica
Marketing digital para clínicas e consultórios. Veja as dicas.
23/12/2019
Marketing em saúde como uma consultoria de marketing digital pode ajudar nas suas redes sociais
Marketing em saúde: como uma consultoria de marketing digital pode ajudar.
24/03/2020

O que não fazer no marketing digital para médicos

teclado de computador com um zoom na tecla shift mostrando erro no marketing digital para médicos

Em que você pode estar falhando na sua gestão de redes sociais e no marketing digital? O marketing médico digital, em teoria, como marketing digital para área da saúde, deveria ajudar o profissional a tornar-se conhecido e trazer novos pacientes. Mas é comum ouvir que o marketing estratégico para a área da saúde simplesmente não funciona, que o Instagram é morto e o site nunca recebe contatos. 

Talvez você esteja cometendo um grande erro com sua divulgação sem perceber, algo que está impedindo de ganhar seguidores Instagram ou contatos. Isso acontece com frequência com pessoas ou empresas que não são especialistas em marketing para clínicas médicas ou marketing para consultório médico, mas desejam melhorar sua divulgação. 

Então, se você quer evitar problemas com marketing e identificar os principais erros que você pode estar cometendo, continue a leitura. Pois sua agência de redes sociais separou os erros mais comuns nesse artigo e como corrigi-los. 

homem contando suas poucas moedas tentando fazer marketing digital para médicos

1. Poupar demais nos anúncios de marketing médico digital

Com uma rápida pesquisa no Google você encontrará dezenas de artigos explicando como você pode gastar centavos por cada resultado com anúncio. Mas tome cuidado, não importa se o anúncio é no Google ou em redes sociais, o valor investido depende muito do negócio. 

Quando você coloca um orçamento baixo demais em ações de marketing para saúde provavelmente conseguirá poucos ou nenhum contato. Isso pode acontecer porque boa parte dos anúncios de marketing para médicos gastam o orçamento por clique e muitas das pessoas que chegam a clicar ainda não estão em momento de conversão para compra. 

Por isso, calcule o orçamento de anúncios considerando os resultados que deseja obter. Primeiro defina a quantidade de conversões que deseja, elas podem ser contatos no Whatsapp, cliques no link do site ou até envolvimentos com sua publicação. 

2. Ter um site desatualizado

Mas existe outra possibilidade para que seus anúncios não tragam resultados: seu público pode estar encontrando um site desatualizado e com baixa qualidade. Isso é válido para ADs e para resultados orgânicos nas ferramentas de busca. 

Quem deseja melhores resultados precisa de um site de marketing para médicos otimizado. Ou seja, responsivo para dispositivos mobile, com carregamento rápido e otimizado para SEO, auxiliando-o a ser encontrado nas buscas. Uma opção interessante é ter um site One Page.

3. Deixar de treinar a área de atendimento

Imaginamos que você fez um excelente trabalho e está recebendo muitos acessos no site, visitas no perfil e na página e tornando-se popular online. Ótimo, mas isso não está tendo retorno algum na forma de clientes! O que está acontecendo?

Outro erro comum em marketing digital para saúde é trabalhar muito o marketing e deixar de lado o atendimento. Mesmo que seus leads entrem em contato eles podem desistir de visitar o profissional quando encontram um atendimento de má qualidade. 

Portanto, treine quem estiver no outro lado da recepção para receber contatos das redes sociais, Whatsapp e telefone. Se tudo der certo, seu número de clientes aumentará muito!

maos digitando procurando palavras chave

4. Deixar de pesquisar as palavras-chave

Outro erro comum é em relação à criação de conteúdo. Pode parecer simples ter um blog no site para atrair possíveis clientes, mas isso exige muito planejamento. Para conseguir atrair público qualificado é importante pesquisar as palavras-chave mais relevantes na sua área, isso vale tanto para marketing digital para consultório médico quanto para marketing para clínica médica. 

Para tanto, use ferramentas, como Google Keyword Planner e Moz para conferir combinações de palavras-chave para seus artigos. Também é importante conferir o volume de pesquisa e concorrência em cada palavra para decidir qual deve ser utilizada nas estratégias de marketing para consultórios médicos. 

5. Criar conteúdo de marketing para médicos sem persona

Quem deve ler seu conteúdo do blog ou das redes sociais, seus clientes? Mas quem são eles? Essa é a pergunta fundamental por trás da criação de uma persona

A ferramenta de marketing digital de personas é utilizada para elaborar um “cliente ideal” que você deve usar na criação de conteúdo. Assim a escrita consegue atingir clientes mais qualificados através do direcionamento de seguidores nas redes sociais

6. Não se utilizar de marketing de conteúdo

Não criar conteúdo bem direcionado é péssimo para o marketing para médicos, bem como para o gerenciamento de redes sociais, mas existe algo ainda pior: simplesmente não criar conteúdo. Dessa forma, posts de venda o tempo inteiro nas redes sociais não geram conexão com o público. Na realidade eles geram afastamento. 

Caso sua estratégia ainda não inclua qualquer tipo de conteúdo precisa revisá-la com urgência! Comece a trabalhar as postagens das redes sociais semanalmente. Assim, você pode responder dúvidas comuns, mostrar curiosidade e educar seu público. 

Depois de postar, fique atento às reações dos seguidores. Caso alguém comente nunca se esqueça de responder e continuar a interação. Mesmo que seus seguidores não sejam seus clientes atualmente eles eventualmente podem precisar dos seus serviços. 

Identificou algum dos erros em sua estratégia de marketing digital? Eles podem ser os culpados por não conseguir resultados atualmente. Para conseguir maiores orientações e adotar um marketing digital realmente eficiente procura uma agência de marketing para médicos. Ninguém melhor que um especialista, uma agência de marketing digital para médicos, para diagnosticar seu problema, dizer como ganhar seguidores no Instagram e aplicar o tratamento correto!

7. Ignorar consumidores e seguidores

Como o próprio nome diz, as redes sociais foram feitas para estimular a interação entre os usuários. Elas são espaços voltados à comunicação, o que as tornou extremamente diferentes de meios de publicidade anteriores, como televisão e rádio. 

Só existe um grande problema no marketing digital para médicos: muitas pessoas ainda ignoram isso! Elas recebem comentários e mensagens no direct que acabam ignoradas boa parte das vezes. Isso é um grande problema, já que o público espera manter uma conversa nessas redes. 

Sua marca perde força e até pacientes em potencial quando deixa de responder. Continue a conversa sempre que receber um contato. Algumas vezes cometemos o erro de pensar que comentários positivos, por exemplo, podem ficar sem resposta. 

Esse erro é grave e desestimula seus outros seguidores de comentar. A longo prazo, isso significa que se perfil perderá engajamento e deixará de cativar o público.

médica ao notebook pesquisando sobre marketing digital

8. “Panfletar” no marketing digital para médicos

Seus posts consistem principalmente de anúncios de seus procedimentos, médicos e exames? Talvez esse seja o motivo da falta de resultado através do marketing digital médico. É importante lembrar que ninguém está online para ver somente “anúncios” de negócios, pelo contrário, isso acaba com a experiência do usuário e gera muito desconforto. 

O conteúdo digital precisa ser informativo e interessante. Por isso, é tão importante compreender seu público e suas necessidades, como mencionamos anteriormente. A partir desses dados é possível criar posts e artigos mais interessantes e atrair tráfego para seus perfis de redes sociais e site

Recomendamos terminar de ler esse artigo e visitar seu site ou rede social para analisar suas publicações. Olhe-as como se fosse um possível paciente. As publicações são interessantes ou parecem panfletos sobre suas especialidades? A resposta ajudará a orientar seu planejamento futuro. 

9. Não avaliar seu marketing digital para médicos

Empresas de grande porte realizam avaliações periódicas de seu marketing, o mesmo deve ser feito no marketing médico. Ao planejar conteúdo, campanhas e anúncios, é importante definir métricas de sucesso para acompanhar. 

Quando não realizamos esse tipo de avaliação fica difícil entender se as estratégias de marketing estão tendo sucesso. É comum fazer publicações por meses e depois de algum tempo ficar na dúvida se o marketing está sendo eficiente ou não. 

Quer nossa dica? Avalie algumas das KPIs (key performance indicators) mais comuns no marketing digital, como: 

  1. Engajamento das redes sociais; 

  2. Número de acessos mensais no site; 

  3. Número de ações dentro do site; 

  4. Número de cadastros; 

  5. Quantidade de contatos por Whatsapp ou app; 

  6. Quantidade de contatos por redes sociais. 

Também devemos ficar atentos ao alcance, que indica a quantidade de pessoas que têm recebido seu conteúdo online. 

10. Não ter um blog no marketing digital para médicos

Seu site não possui blog? Cuidado, esse é um dos erros mais comuns cometidos no marketing digital para médicos. Atualmente, pacientes procuram sintomas, problemas e procedimentos no Google muito antes de tomar a decisão de entrar em contato com um médico. 

É neste momento que sua clínica, hospital ou especialista tem a chance de impactar o possível paciente usando artigos informativos e relevantes. Eles ajudam a manter clientes informados e a construir autoridade para sua empresa. 

Além disso, blog posts ajudam a melhorar o SEO do site ao posicioná-lo para palavras-chave relacionadas a sua especialidade ou área. É claro que tudo depende de conteúdos de qualidade e escritos de forma otimizada, mas é importantíssimo começar.

homem com cara de assustado segurando notebook não sabe sobre marketing digital para médicos

11. Ter redes sociais muito impessoais

Há quantos meses você ou médicos da sua clínica não aparecem nas suas redes sociais? Esperamos que a resposta seja somente há alguns dias e que vocês sejam extremamente ativos online, mas esses casos são a exceção no marketing médico. 

É comum que médicos, cirurgiões e especialistas optem por publicações impessoais que usem somente o logo da clínica. Mas isso gera impessoalidade e só afasta os possíveis clientes da área de contato. 

Aparecer em publicações, vídeos e stories ajuda a facilitar a conexão com o conteúdo e ainda gera maior credibilidade. Ainda tem dúvidas? Faça o teste: publique um story que usa somente um fundo neutro e texto e outro que use sua foto e texto. Certamente o segundo conseguirá mais interações e talvez até uma resposta ou duas. 

12. Ter “vergonha” de gravar vídeos

Os vídeos estouraram nas redes sociais e não devem perder sua relevância nos próximos anos. Cada vez que um profissional da saúde se nega a trabalhar com eles por vergonha ou medo de falar errado está perdendo oportunidades. Para conseguir criar conteúdo em vídeo alguém só precisa de um celular e um lugar silencioso para gravar. 

Depois basta usar apps simples (e muitas vezes gratuitos) para fazer uma edição rápida e publicar nas redes sociais. Existem diversas formas de aproveitar o conteúdo em vídeo. Alguns preferem fazer informativos que mostram dados mais aprofundados para seu público. Outros gostam de trabalhar com humor para gerar interação. 

A escolha varia de acordo com seu público e seu objetivo. O que está esperando para começar a trabalhar com os vídeos no marketing médico? 

13. Não criar um planejamento por escrito no marketing digital para médicos 

Algumas pessoas dizem que não precisam planejar, já têm tudo salvo na cabeça, basta produzir as peças e postar. Temos uma notícia para quem trabalha nesse modelo: as chances de falhar são altas. O pior de tudo é que quem falhar só vai perceber depois de muito tempo. 

O planejamento de longo prazo é como um mapa que deve ser criado antes de qualquer viagem de marketing digital. Nele será necessário incluir: público-alvo, persona, tipos de conteúdo trabalhados e até métricas que serão acompanhadas. 

Já o planejamento de curto prazo precisa incluir “detalhes”, como calendário editorial das redes sociais e blog, estratégias de e-mail marketing e campanhas. 

14. Usar comunicação com excesso de jargões médicos

Seu paciente e possível paciente dificilmente será alguém da área médica. Talvez ele seja um atendente de loja, contador, advogado ou até mesmo artista, mas os médicos são minoria. Sabe o que isso significa? Que incluir jargões da área na comunicação é um problema. 

O ideal é manter uma comunicação simples e clara que deixe seu conteúdo fácil de compreender para o público-final. Ao mesmo tempo, recomendamos evitar comunicação excessivamente informal, já que você deve manter sua autoridade com seus pares da área médica. 

A intenção é converter possíveis pacientes e receber indicações de outros médicos. O equilíbrio talvez pareça complexo, mas é possível e garante melhores resultados para o marketing.

Os comentários estão encerrados.





    Grato pelo envio.
    Em breve você começará a receber nossas newsletters.