Marketing na saude a estratégia de benchmarking para redes sociais
Marketing na saude: a estratégia de benchmarking para redes sociais
06/04/2020
A importância da recepção no marketing consultório médico
A importância da recepção no marketing consultório médico.
24/04/2020

Telemedicina: o que a consulta digital pode trazer para o marketing do seu consultório ou clínica.

médico praticando telemedicina com fone de ouvido e microfone em frente ao computador site E-clínica marketing digital médico

Para entendermos a telemedicina e sua relação com o marketing digital médico é preciso, antes, contextualizar a situação atual. Durante a pandemia no novo Coronavírus a recomendação de entidades mundiais de saúde, como a OMS (Organização Mundial da Saúde) é que as pessoas tentem ficar em casa o máximo possível. Isso significa abrir mão de suas atividades rotineiras, como fazer compras, ir à academia ou ao salão de beleza. 

Esses negócios também foram forçados a fechar devido a ações preventivas aplicadas pelo governo em muitas cidades. E entre os lugares que tiveram que fechar as portas estão clínicas e consultórios e outros serviços de saúde, que não foram considerados essenciais, mesmo oferecendo atendimento médico. 

Mesmo quem não fechou precisou mudar radicalmente suas atividades. Consultas sem urgência em médicos especialistas, por exemplo, foram desmarcadas e só puderam voltar a acontecer novamente quando há pouco tempo. Então como os médico, como profissional de saúde, pôde continuar a atuar nesse cenário?

O Ministério da Saúde encontrou a solução na telemedicina, a consulta a médicos à distância. No dia 25 de março deste ano a decisão para que a prática da telemedicina fosse liberada foi aprovada pela Câmara dos Deputados e agora médicos de todas as especialidades podem realizar consulta digital. 

A portaria que permitiu a prática da telemedicina também delimitou exatamente como os atendimentos devem ser realizados. A telemedicina foi a oportunidade para que médicos não permanecessem na inatividade e pudessem tranquilizar seus clientes. 

Explicaremos ao longo desse artigo como funciona a medida e quem pode aplicá-la. Continue lendo para saber todos os detalhes. 

Benefícios do uso da telemedicina ou consulta digital

A decisão de liberar a telemedicina no Brasil ou consulta digital ocorreu em virtude da pandemia de COVID-19. A ideia foi estimular o público a ficar em casa, evitando a consulta presencial, encontrando formas de suprir todas as suas necessidades sem sair de suas residências. Consultas médicas anteriormente só podiam ser realizadas presencialmente, com raras exceções. 

No entanto, agora é possível receber atendimento e até diagnósticos e receitas por telemedicina, sem sair de casa. Assim, os profissionais podem continuar a atender seus pacientes sem expô-los a risco. 

Além disso, oferecer a telemedicina ajuda a diminuir a circulação de pessoas em espaços dedicados à saúde. O ideal é somente pessoas com casos de urgência e emergência irem a esses locais. Quando a circulação é muito grande para consultas de rotina e outros pequenos problemas as chances de contrair o novo vírus aumentam. 

Como o atendimento por telemedicina pode ser feito?

A portaria aprovada pelo Ministério da Saúde determina que a consulta realizada através de telemedicina seja feita usando-se softwares para conectar diretamente paciente e médico. Também é possível realizar conferência de telemedicina entre os profissionais da saúde para debater diagnósticos e casos. Até agora somente a segunda opção já era bastante utilizada. O atendimento virtual por telemedicina para pacientes ainda era uma novidade. 

Entre as atividades que podem ser realizadas usando a consulta digital encontram-se: 

  • Atendimento pré-clínico; 
  • Suporte assistencial;
  • Consulta; 
  • Monitoramento; 
  • Diagnóstico. 

Ao realizar a consulta por telemedicina o médico deve explicar para o paciente as limitações do atendimento. Como não é possível realizar diagnóstico físico, a consulta pode ficar incompleta ou não ser completamente precisa. 

Quando ambas as partes estão de acordo é possível iniciar o atendimento à distância. Também é necessário utilizar um software na consulta por telemedicina, que garanta a segurança das informações compartilhadas e o sigilo. 

Por qual período a consulta digital pode ser feita

Por enquanto a telemedicina foi liberada em caráter emergencial. A portaria não é permanente e só é válida durante a pandemia do Coronavírus. Ela é temporária, mas existe possibilidade de que a prática seja estendida. 

Caso o Conselho Federal de Medicina (CFM) regularize a telemedicina após a pandemia ela poderá continuar a ser praticada. No entanto, precisamos esperar por novas notícias para sabermos se isso realmente vai acontecer. 

O que importa agora é que você, que trabalha na área da saúde, pode aproveitar para continuar trabalhando e atendendo seus pacientes. Ninguém deve ficar na mão por causa da quarentena. Utilize as ferramentas digitais de uma agência marketing digital e estratégias de marketing médico para trazer pacientes para esse novo canal de atendimento e continuar oferecendo excelentes serviços.

Receitas e atestados na telemedicina 

Que já é possível atender pacientes de maneira virtual ficou bastante claro, mas e quanto às receitas e atestados? O projeto aprovado na Câmara e no Senado Federal é que eles pudessem ser emitidos online por quem está trabalhando com telemedicina. Os documentos precisariam obedecer a algumas regras para serem válidos. 

Primeiramente, deveriam conter a assinatura eletrônica do médico responsável. Para isso seria necessário ter um certificado digital emitido pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileiras (ICP – Brasil). O documento também precisaria de registro, data, hora e duração do atestado. 

Segundo o projeto, qualquer atendimento de telemedicina deveria ser registrado em um prontuário clínico que incluiria as seguintes informações: 

  • Data e hora; 
  • Tecnologia usada; 
  • Tipo de comunicação; 
  • Número do Conselho Regional Profissional do médico. 

Os dados estariam protegidos contra alterações e quebra de sigilo, até por questões jurídicas. Todavia, o presidente Jair Bolsonaro aprovou o texto do projeto de lei sobre telemedicina, mas vetando o trecho que falava sobre as receitas eletrônicas, que não mais poderão ser feitas.

A solução encontrada foi fazer um sistema de emissão de receitas ligado às farmácias. O médico emite a receita e o paciente localiza a receita na farmácia em que for comprar o medicamento, através de um sistema digital.

Como funciona o pagamento das consultas por telemedicina?

Por enquanto não existem regras a respeito de custo para o atendimento online. O que o texto aprovado na Câmara diz a respeito é que a prática deve seguir os princípios éticos aplicados em consultas presenciais. Os padrões das consultas presenciais também devem ser mantidos no quesito da contraprestação financeira. 

Os serviços prestados pelo SUS através das consultas continuarão sendo gratuitos. A rede privada também pode oferecer serviços sem custos, mas não terão reembolso financeiro por parte do serviço público. 

Portanto, consultas particulares podem receber pagamento normalmente. Para quem precisou fechar as portas da clínica é uma excelente solução, já que mantém o fluxo financeiro do negócio sem precisar aumentar o risco dos pacientes. 

Dicas de ferramentas para pagamento digital

Quem nunca trabalhou à distância talvez fique confuso quanto ao pagamento. Contudo, existem diversas ferramentas disponíveis no mercado que outros profissionais que trabalham online já usam. Alguns bancos, como o Banco Inter, por exemplo, emitem boletos para pessoa jurídica sem custo adicional, algo que ferramentas como o PayPal também fazem. 

Também existem ferramentas para pagamento com cartão de crédito, como PagSeguro e Mercadopago. O mais indicado é escolher o que ofereça mais praticidade e segurança para seus pacientes. 

Ferramentas de marketing digital para usar na quarentena

Com a liberação de consulta digital para médicos já se tem a certeza de que o mercado não está realmente parado. Agora, mais do que nunca, é o momento de se usar o marketing digital e ter o auxílio de uma agência de marketing médico, para conseguir divulgar seus serviços. 

A internet também tem se mostrado como um meio importante de divulgar informações sobre a pandemia atual para a população. Além de ajudar a conter o pânico, ela é essencial para que seu público consiga entender quais medidas tomar durante a quarentena para garantir sua saúde e segurança. 

Quem se posicionar nesse momento de crise certamente sairá fortalecido e à frente da concorrência. Portanto, se o marketing digital médico já era necessário, agora é imprescindível para anunciar para seu público, sejam pacientes atuais ou não, que você atende por telemedicina. E esse contato direto com o paciente ajudará muito a aumentar seus likes, seu alcance, seu engajamento, aumentar seguidores instagram e, principalmente, a ampliar sua autoridade na internet, obtendo, dessa forma, mais reconhecimento e mais consultas

Confira que tipos de ferramentas você pode usar no marketing estratégico para a área da saúde: 

Lives

Parece que durante a quarentena boa parte das empresas descobriu o que são as lives. Antes elas eram pouco utilizadas por causa da falta de tempo e dificuldade para realizá-las, mas hoje acontecem várias vezes por dia. Será que você deveria deixar de usar essa ferramenta porque muita gente já está fazendo?

Não necessariamente. As lives são excelentes para interagir com o público e gerar autoridade para seu conteúdo. Profissionais da saúde podem usá-las para tirar dúvidas e conversar com pacientes enquanto estão em casa. 

Além disso, a possibilidade de responder ao público ao vivo gera uma ótima aproximação e é uma excelente contribuição para o marketing digital médico. Quanto mais calorosa for essa relação entre você e seu público mais interação terá sua base de seguidores e mais reforçada fica a suas autoridade na internet. 

Stories

Atualmente os stories são uma das ferramentas de marketing digital com maior alcance orgânico e maior engajamento. Parece que todas as redes sociais já possuem algum tipo de conteúdo que fica disponível por 24h e você pode e deve usá-lo. 

Por possuir um tempo limitado, o story é ótimo para criar micro conteúdos. Pequenos vídeos e fotos são bastante populares nesse espaço. Além disso, ele também tornou-se bastante interativo recentemente. Existem caixas de perguntas, enquetes e outras ferramentas que deixam seus usuários opinarem na postagem. 

Recomendamos usar um conteúdo mais leve para o story. Assim, você consegue manter a audiência “grudada” na tela com mais frequência e até aumenta as interações. 

Facebook e Google Ads

Muitas empresas diminuíram ou até pararam de investir em anúncios digitais nesse período. Afinal de contas, quando o público não está comprando não existe necessidade de gastar. Mas para a área da saúde, principalmente agora, com a telemedicina, não é assim. 

A consulta digital é uma novidade para muitos profissionais e também para o público. Agora seus clientes e pacientes estão confusos e não sabem bem em qual informação confiar. Por isso, tendem a confiar no médico que já tem autoridade construída na internet ou naquele que já está se apressando a tê-la, investindo maciçamente em marketing digital para médicos, seja em redes sociais, anúncios ou site.  

Usar anúncios para alcançar uma quantidade maior de pessoas também ajudará a divulgar os novos serviços digitais. Ou seja, sua clínica conseguirá continuar a adquirir novos clientes, mesmo que esteja fisicamente fechada. 

Blog posts e SEO

Acredite, quando as pessoas estão em casa elas usam a internet com mais frequência. E uma boa empresa de marketing digital médico poderá orientá-lo a respeito da importância dos blog posts para que você aproveite esse tráfego. Seus possíveis pacientes estão realizando pesquisas no Google e outras ferramentas de busca, que tal encontrá-los lá?

Para isso, comece hoje um planejamento de SEO para seu site e crie blog posts com palavras-chave relevantes para as buscas do seu segmento e com bom conteúdo para conseguir mais visitas para seu site. Essa estratégia é utilizada pelas melhores empresas de marketing digital e também pode ser adaptada para seu consultório.

Conteúdos otimizados e interessantes servem como a isca perfeita para atrair tráfego. Eles também constroem sua reputação como especialista e ajudam a ganhar a confiança do público, aumentando sua autoridade digital. Que tal aproveitar esse momento cheio de mudanças para aplicar estratégias de marketing digital e conseguir tornar-se referência na sua área? Entre em contato com uma consultoria de marketing digital e comece a fazer suas ações de marketing para saúde.

 
 
 
 

Os comentários estão encerrados.